1746 caracteres <cancro12><manual><saude>

 

PLANTAS CHINESAS

DESTROEM CÉLULAS CANCEROSAS

 [10/8/1978]

Uma equipa de investigadores da Universidade de Osaka, no Japão, conseguiu comprovar os poderes curativos anticancerosos de cerca de dez plantas chinesas. Estas plantas, segundo os resultados das investigações iniciadas há cinco anos, sob a direcção do dr. Akihito Sato, conseguiram destruir as células cancerosas que atingiram as sãs.

Os investigadores, partindo do princípio que as plantas não têm os mesmos efeitos secundários nocivos de muitos produtos químicos, importaram cerca de 600 plantas.

Foram injectados 500 microgramas de extractos de cada uma dessas variedades num centímetro cúbico de tecido canceroso e de tecido são.

Os resultados foram verificados depois de seis dias. Então, dez daquelas plantas demonstraram os seus poderes de destruição do tecido canceroso sem danificar o tecido são. Entre aqueles vegetais encontram-se uma planta chamada «senkakuso» que destruiu cem por cento das células cancerosas sem lesar as células cancerosas sem lesar as células sãs; uma raiz «hashokom», que mata 88,2 por cento das células doentes sem causar efeitos negativos sobre os tecidos normais, uma planta «hakumoto», que destruiu cem por cento das células cancerosas sem lesar os tecidos sãos.

Os investigadores japoneses indicaram que tinham começado há dois anos a dar plantas a pessoas cancerosas e que tinham conseguido prolongar-lhes a vida. Agora estão a analisar as substâncias contidas naquelas plantas.

Salientaram que, se os efeitos curativos dessas plantas fossem definitivamente verificados, o principal problema seria então o de obter uma quantidade suficiente dessas plantas para a sua utilização eficaz. [ 10/8/1978]